Em Setembro de 2004 nascia a PIN no interior da comunidade de joalheiros que, há muito tempo, ansiava por uma associação onde se pudessem criar projectos, desenvolver intercâmbios e lançar novas plataformas para uma disciplina que cada vez mais convoca o encontro com outras artes. Muitas das pessoas que dedicam a sua vida à joalharia, ao seu estudo e ao seu ensino estão presentes na PIN - Associação Portuguesa de Joalharia Contemporânea.

Como associação cultural que é, a PIN visa promover a joalharia contemporânea, accionando numa base colectiva a troca de informação e de experiências, a realização de projectos teóricos e práticos no âmbito das artes, com especial enfoque na joalharia.

Como um alfinete, a PIN prende-se com a promoção de workshops, acções de formação e outras actividades de carácter pedagógico relacionadas com a arte e a joalharia contemporâneas, com a organização de encontros, debates, seminários, residências artísticas, exposições e outras iniciativas de carácter cultural, nacional e internacional.

No cerne daquilo que é a divulgação das suas acções, a PIN quer também fixar novos públicos para a joalharia contemporânea, e quer igualmente firmar e promover parcerias e projectos de intercâmbio, particularmente através de redes nacionais e internacionais de âmbito cultural e artístico.

As sócias fundadoras da PIN - Associação Portuguesa de Joalharia Contemporânea Cristina Filipe, Marília Maria Mira e Paula Paour são todas elas conhecidas pelo seu historial enquanto nomes da joalharia de autor, com um papel de relevo no movimento da nova joalharia nacional dos anos 80 e 90. A par com o seu trabalho pessoal, desde cedo que começaram a leccionar o curso de Joalharia em Portugal.

Corpos Gerente do Triénio de 2017 a 2020

ASSEMBLEIA GERAL
Presidente: Madalena Braz Teixeira
Secretária: Maria José Oliveira
Secretária: Rita Morais de Andrade

DIRECÇÃO
Presidente: Cristina Filipe
Secretário: Natália Olarte
Tesoureira: Isa Duarte Ribeiro

 
CONSELHO FISCAL
Presidente: Elisabete Ruivo
Secretaria: Filomeno Pereira de Sousa
Secretário: David Pontes


Até hoje fizeram parte dos corpos gerentes da PIN:

Alexandra Ribeiro (2006-2009)
Alexandra Serpa Pimentel (2004-2006)
Ana Andrade (2014-2017)
Ana Albuquerque (2006-2009)
Ana Campos (2004-2007)
Carlos Silva (2014-2017)
Catarina Dias (2009-2014)
Cristina Filipe (2004-)
Cristina Roque dos Santos (2013-2017)
David Pontes (2014-)
Dulce Ferraz (2006-2009)
Elizabete Ruivo (2011-)
Frederica Bastide Duarte (2004-2007)
Inês Nunes (2006-2014)
Inês Silva Costa (2010-2012)
Inês Sobreira (2009-2017)
Isa Duarte Ribeiro (2006-)
Joana Taurino (2014-)
Madalena Avelar (2009-2011)
Manuel Veiga (2004-2006)
Manuela de Sousa (2004-2006)
Maria João Afonso (2006-2008)
Marília Maria Mira (2004-2006)
Paula Crespo (2007-2010)
Paula Madeira Rodrigues (2008-2009)
Paula Paour (2004-2006)
Raquel Soares (2014-2017)
Raul Boino Lapa (2006-2009)
Rita Andrade (2011-2014 e 2017-)
Rita Ruivo (2007-2009)
Telma Simões (2009-2014)
Teresa Garcia de Matos (2004-2009)


:::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::

BIOGRAFIAS • CORPOS GERENTES TRIENIO 2017-2020 (ordem alfabética de apelidos)



MADALENA BRAZ TEIXEIRA | Membro PIN Honorário

Lisboa, 1938. Vive e trabalha em Lisboa.
Licenciou-se em Ciências Históricas e Filosóficas pela Faculdade de Letras de Lisboa.
É Mestre em História de Arte pela Universidade Nova de Lisboa e foi directora do Museu Nacional do Traje-Parque do Monteiro-Mor de 1983 a 2008. Tem vária obra publicada no domínio da História de Arte, da Museologia e da Gestão do Património. E do mesmo modo, na área da Estética e da História do Traje e da Joalharia. A sua autobiografia foi editada pela Faces de Eva, nº 7, 2002.


Irrevogável, 2013, Retrato C. B. Aragão



ISA DUARTE RIBEIRO | Membro PIN Profissional n.5 3
Lisboa, 1955. Vive e trabalha em Lisboa.
Frequência do Curso de Escultura da Faculdade de Belas Artes da Universidade de Lisboa. Bolseira da Fundação Calouste Gulbenkian. Licenciatura em Artes Plásticas / Pintura. Mestrado em Teorias de Arte. Estudou Joalharia na Oficina de Arte, em Cascais. Participou em vários workshops de Estética e Joalharia no Ar.Co. Tem sido Professora de Joalharia no seu atelier e na Faculdade de Belas Artes de Lisboa.
Tem feito curadoria de exposições. Participa em conferências e em júris. Publica artigos sobre joalharia e arte em geral em revistas da FBA-UL. Está representada em diversas coleções em Portugal e no estrangeiro, em livros e em museus, nomeadamente no MUDE, Museu da Moda e do Design e no Museu Nacional do Traje.
Expõe desde 1976 em Portugal e no estrangeiro. Ganhou o 3º Prémio no Concurso “Criação de Jóias Leitão & Irmão alusivas à Lisnave” (2007); 1ª Menção Honrosa, “IV Prémio Anual João Hogan” – Desenho (1993); 3º Prémio do Concurso de Pintura “ Prémio Fidelidade Jovens Pintores”(1990), entre outros.


Gabage Pin Project: One month self gabage/ my first bloody day, 2009, Fotografia de Fabrice Ziegler.
Kit de Emergência, 2007, Fio, latão e prata, peça executada em torno, 44,5x4,5x4 cm.



CRISTINA FILIPE | Membro PIN Estudante n.1
Lisboa, 1965. Vive e trabalha em Lisboa.
Expõe o seu trabalho desde 1986, que combina com a docência e curadoria de exposições.
Doutoranda da Universidade Católica Portuguesa, no Porto, com o projecto de investigação sobre a Joalharia Contemporânea em Portugal desde 1960, bolseira da Fundação para a Ciência e Tecnologia.
Estudou Joalharia e Escultura no Ar.Co – Centro de Arte e Comunicação Visual (1983 / 95), na Academia Gerrit Rietveld com Onno Boekhoudt (1987/88) e no Royal College of Art (1992). Fez Mestrado no Surrey Institute of Art and Design (2000/2001). Docente no Departamento de Joalharia do Ar.Co desde 1988 e Responsável do sector (2003/2012). Docente no Curso de Joalharia do ESAD - Escola Superior de Artes e Design entre 2001/07. Foi artista convidada e fez intercâmbio de docência com várias escolas na Inglaterra, Bélgica e Estónia. Participou em várias exposições, simpósios e workshops nacionais e internacionais. Obteve o Jungent Gestalt Prize, Munique (1989), o I Prémio no Concurso Jovens Criadores (1990) entre outros.


Reconciliação, 2007, Fotografia, 100 x 80 cm
Micro-Histórias Y Macro-Mundos, 2010, Livro, fotografias e anel., 24 x 15 x 4 cm


MARIA JOSÉ OLIVEIRA

 

RITA MORAIS DE ANDRADE
1976, Lisboa. Vive e trabalha em Lisboa e Funchal.
1995 - Faculdade de Arquitectura de Lisboa. 
1998/2003 -Licenciatura em Comunicação Social e Cultural – Vertente Cultural, na Universidade Católica Portuguesa.
2008 - Mestrado de Estudos Curatoriais em Arte Contemporânea – Faculdade de Belas Artes e Gulbenkian.
2009 - Workshop de Joalharia e aulas no atelier da Isa Duarte Ribeiro, 
2010 - Curso de Joalharia do Ar.Co, no qual finalizei o Plano de Estudo Básico. 
Participou em múltiplas exposições, nomeadamente organizadas pelo AR.CO, pela PIN, e pela Fundação Oriente.

RITA MORAIS DE ANDRADE

 

NATÁLIA OLARTE
Bogotá, Colômbia,1984. Vive e trabalha entre Bogotá e Europa.

Em 2004, muda-se para a Europa para continuar a estudar joalharia na Escuela Técnica de Joyería del Atlántico, Vigo, Espanha. Em 2009, estuda no departamento de joalharia do Ar.Co - Centro de Arte & Comunicação Visual, em Lisboa, Portugal. Ainda no Ar.Co, desenvolve o Projeto Individual, durante um ano, na Hochschule Pforzheim, na Alemanha, apresentando o resultado com a performance “KALI”, em 2012, em Lisboa.
Nesse mesmo ano inicia o Mestrado de Belas Artes e Lapidação de Pedra na Hochschule Trier em Idar-Oberstein, na Alemanha. Em 2015, defende a tese “Embodiment” com uma performance onde dança com as joias que tem criado.
Finalizados seus estudos, muda-se para Karlsruhe onde prepara sua primeira coleção de joias. Em dezembro de 2016 regressa a Bogotá, e lança a coleção “Reminiscências” junto com uma dança performativa.
Em 2017, volta a presentar a performance “KALI” em Lisboa e Alemanha, junto com a coleção de brincos “Reminiscências”.

NATÁLIA OLARTE

 

FILOMENO PEREIRA DE SOUSA | Membro Pin Honorário
Porto, 1949. Vive e trabalha em Faro. É 1º Oficial / Mestre Joalheiro reconhecido pelas Contrastarias do Porto e de Lisboa desde 1997.
Foi professor no Ar.Co de 1982 a 1988, em 1988 fundou a Escola Contacto Directo, que geriu até 2012. É autor dos programas de ensino de várias escolas, tem participado em inúmeras exposições de joalharia, colectivas e individuais. Dirigir conferências é a sua predilecção .

FILOMENO PEREIRA DE SOUSA

 

DAVID PONTES | Membro PIN n. 54
Lisboa, 1979. Vive e trabalha em Lisboa
Iniciou os estudos de ourivesaria joalheiro na escola profissional CINDOR, 1998.
Trabalhou em algumas oficinas de ourivesaria e em atelier próprio, 2000-2006.
Cursou o 2º e 3º nível do Curso de Joalharia do Ar.Co, em 2008.
Desenvolveu a Fase de Projecto Individual com a bolsa Ana Martinho, 2010-2011.
Foi professor do Curso de Joalharia do Ar.Co, nas aulas de Técnicas I, 2009-2014.
Participou em diversas exposições e eventos.
Dia dos Museus, 2011, Museu S.Roque, Demonstração das técnicas de cinzelagem.


Estelheira, 2008/ …, madeira, 5,5 x 16 x 3,4 cm.
Estelheira, 1998/ 2008, pins, madeira, dimensões várias.



ELISABETE RUIVO | Membro PIN Profissional n.182
Nasceu em Abrantes, 1951. Estudou Joalharia no Ar.Co em 1978-79.
Presentemente trabalha nos Serviços Financeiros do Ar.Co.


Colar e Frasco perfume, 1978, Prata e latão, várias dimensões.




1

TPL_BEEZ5_ADDITIONAL_INFORMATION

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Palestras - Leonor Hipólito e Marc Monzó

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

1